Menu

Apoio financeiro às turmas

by germinar, maio 25, 2015

Como ser mais fraterno no apoio às turmas do Germinar?

Esta pergunta pautou conversas no encontro de alinhamento de janeiro de 2015. Ideias e sugestões foram levantadas e disso foi criado um documento referência para formação das turmas e direcionamento de dinheiro oriundo do apoio do EcoSocial e Adigo. Divulgado no mês passado, este é um caminho que será vivido e implantado ao longo do caminhar. Vale a leitura e reflexão sobre como estamos formando turmas para que as mesmas sejam capazes de cuidar da sustentação do impulso do Germinar.

Mas como chegamos neste documento?

Das sugestões levantadas no alinhamento, alguns pontos referentes às formações das turmas foram recorrentes: diversidade no grupo de participantes, entendimento das necessidades locais e motivo que as pessoas procuram o Germinar na cidade. Sobre a equipe que conduz, os pontos recorrentes foram: envolvimento de pessoas na cidade na formação da turma, contexto da turma para a frota/região e forma como o grupo coordenador trabalha junto à turma na criação e manutenção de um fundo financeiro local que sustente a iniciativa na cidade.

Estes levantamentos trouxeram algumas perguntas:

Quais são as necessidades de apoio das pessoas que fazem ou querem fazer o Germinar? Como impulsionar práticas que viabilizem o Germinar? Como devemos falar de dinheiro na formação das turmas?

A formação de imagem levou a algumas ponderações, entre elas que precisamos trabalhar com os participantes a partir do valor real do programa na localidade, trazendo consciência que todos podem participar do programa, porém quem não pode pagar o valor real, está recebendo apoio, e quem investe além, apoia os colegas de turma. Dar clareza é um passo importante de reconhecimento da fraternidade econômica, possibilitando também ao apoiado a oportunidade de retribuir com a continuidade do Germinar na região.

Outro ponto percebido foi sobre as crenças que nós facilitadores temos com relação ao dinheiro, tema trabalhado pelo Novo Olhar no encontro de alinhamento de janeiro. Que impacto nossas crenças estão gerando nas práticas que realizamos para gerar a suficiência local? O pedido para o momento é escrever, falar e testar novas formas. É o caminho para que possamos evoluir na relação com os recursos.

Por isto, o G4 reforça o pedido. Leia o documento abaixo, reflita e vamos praticar para aprender e gerar novas formas de mobilização para o Germinar.

Baixar documento

Nenhum comentário


Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios estão marcados *

*

dois + 14 =

Você pode usar esses atributos HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Últimos Posts